Estrutura

Escrito pelo Rev. Tales de Azevedo
A Igreja Gnóstica Livre é uma comunidade religiosa que congrega Leigos e Clérigos, mas que também se encontra aberta a sociedade civil em geral. Todos os ritos são públicos, não havendo qualquer cerimônia restrita ou fechada: acreditamos que todos os seres humanos são convidados a participar da comunidade dos pneumáticos, e que por isso todos os nossos ritos devam estar abertos aqueles que desejarem dele participar
Da mesma forma a Igreja Gnóstica Livre não faz qualquer discriminação de gênero, sexual, social, política ou de qualquer outra natureza. Todos os seres humanos nascem iguais e todos possuem a centelha divina dentro de si.
Para aqueles que desejam participar ativamente da congregação da igreja, a porta de entrada se encontra na cerimônia do batismo – mais a frente falemos mais sobre o papel do batismo na igreja gnóstica, pois diferente de outras correntes religiosas, o gnosticismo não preconiza um pecado original que precisa ser remediado por meio da imersão.
Ordens Menores
Os membros batizados da igreja que porventura tenham o desejo de trilhar o caminho eclesiástico podem fazer através de um caminho começa nas chamadas Ordens Menores até as Ordens Maiores. As Ordens Menores correspondem a funções especiais que buscam ensinar ao futuro clérigo os passos e responsabilidades do clérigo dentro da instituição.
Ordem dos Acólitos
A primeira das ordens sacras, os Acólitos tem como missão aprender sobre os princípios ritualísticos, participando com zelo dos trabalhos da igreja e apoiando a comunidade antes e após as cerimônias.
Ordem dos Custódios
A segunda das ordens sacras, os Custódios têm por dever zelar pela templo, abrir e fechar a sala de reunião, reunir a assembleia e cuidando para que existam os recursos necessários para a cerimônia e que tudo esteja no seu devido lugar.
Ordem dos Leitores
A terceira das ordens sacras, os Leitores têm por dever apoiar e instruir visitantes e membros novos da assembleia. Em rituais e situações específicas, os Leitores também são responsáveis pela leitura de textos sagrados e por liderar o cântico dos hinos.
Ordem dos Subdiáconos
A quarta das ordens sacras, os Subdiáconos tem como seu dever olir o Cálice e a Patena depois do Sacrifício da Missa, cuidar das toalhas e dos linhos do Altar, assegurar-se que as vestes e as alfaias estejam em ordem para o uso..
Ordem Maiores
As Ordens Maiores são aquelas cuja existência estão diretamente mencionadas nas escrituras sagradas e que foram a base fundamental da Igreja.
Ordem dos Diáconos
A Ordem dos Diáconos é a transposição na para os tempos atuais do antigo Levita. Sua existência pode ser encontrada no Atos dos Apóstolos:

“Naqueles dias, como crescesse o número dos discípulos, houve queixas dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas teriam sido negligenciadas na distribuição diária.* 2.Por isso, os Doze convocaram uma reunião dos discípulos e disseram: “Não é razoável que abandonemos a Palavra de Deus, para administrar.* 3.Portanto, irmãos, escolhei dentre vós sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais encarregaremos deste ofício. 4.Nós atenderemos sem cessar à oração e ao ministério da palavra”. 5.Esse parecer agradou a toda a reunião. Escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo; Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau, prosélito de Antioquia. 6.Apresentaram-nos aos apóstolos, e estes, orando, impuseram-lhes as mãos.”
Atos dos Apóstolos, 6:1-6
Entre os deveres do diácono nós podemos encontrar os principais são o de zelar pela Igreja e ajudar aos bispos e sacerdotes a cuidar das necessidades temporais.
Ordem dos Sacerdotes
O Sacerdócio é uma das ordenações mais importantes dentro do sistema hierárquico da Igreja Gnóstica. Em algumas linhas do Gnosticismo inclusive as ordens anteriores inexistem e após alguns anos de treinamento intensivo o membro se torna apto a receber o sacerdócio. Dentre os deveres do sacerdote, podemos destacar: ensinar a Gnose, batizar, administrar os sacramentos, ordenar diáconos e membros das ordens menores.
Ordem Episcopal
A ordenação episcopal é o ápice da hierarquia eclesiástico. O bispo é aquele que possui as chaves de todas as bênçãos espirituais da Igreja, responsável por garantir o pleno funcionamento daa vida espiritual e temporal daquela congregação, zelando pelo bem estar e desenvolvimento da Igreja.